As principais respostas para prevenir a pressão alta

0

A hipertensão está presente na vida dos brasileiros, principalmente, após os 50 anos. Segundo a Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel Brasil), realizada pelo Ministério da Saúde, mostrou que o número de pessoas com pressão alta cresceu 14,2% em 10 anos. Alguns cuidados básicos são importantes para prevenir ou controlar a pressão arterial. Por isso, nós conversamos com a nutricionista, Marcilene Sena que esclarece algumas dúvidas e dá algumas dicas importantes para você se cuidar. Confira a entrevista:

  1. Por que temos pressão alta?

A Sociedade Brasileira de Cardiologia, Hipertensão e Nefrologia definem sete fatores de risco que estão associados, direta ou indiretamente, ao desenvolvimento da pressão alta:

  • Idade: o risco aumenta com o avançar da idade;
  • Sexo e etnia: a pressão alta apresenta-se mais elevada em homens acima de 50 anos e mulheres a partir dos 60 anos. (No Brasil, a pressão alta é mais prevalente em mulheres afrodescendentes em relação à mulheres brancas);
  • Fatores socioeconômicos: nível socioeconômico mais baixo está associado a maior prevalência de pressão alta;
  • Álcool: o consumo elevado de bebidas alcoólicas aumenta os níveis de pressão alta;
  • Sedentarismo: os sedentários apresentam um risco maior de 30% de desenvolver a doença;
  • Obesidade: o excesso de peso corporal, principalmente na região do abdômen, é fator predisponente  para a pressão alta;
  • Sal:  o excesso de consumo de sódio contribui para o aumento dos níveis de pressão alta.
  1. Quais os principais sintomas?

A pressão alta geralmente é silenciosa, normalmente não causa qualquer tipo de sintoma durante muitos anos até que um órgão vital seja afetado, por isso é importante a medida regular da pressão arterial. O sintoma mais comum é a dor de cabeça frequente (cefaléia), assim como Comer mau aumenta o riscotonturas, palpitações e alterações na visão que podem ser sinais de alerta para alteração da pressão arterial.

  1. A pressão alta é uma doença genética ou pode ser adquirida?

A hipertensão é considerada uma doença multifatorial, associada às alterações metabólicas, hormonais e hipertrofias cardíaca e vascular. Entre os fatores envolvidos na   hipertensão arterial, um terço deles pode ser atribuído a fatores genéticos.

A pressão alta também pode ser adquirida através dos hábitos de vida não saudáveis como, sedentarismo, obesidade, alimentação inadequada, consumo de álcool e cigarro e excesso de sal.

  1. Tem como prevenir a pressão alta?

A prevenção da pressão alta ocorre, principalmente, através do exercício físico regular, alimentação saudável, controle de peso corporal, controle do estresse, restrição de álcool e cigarro e redução no consumo de sal.Exercitando para a prevenção.

  1. Como a alimentação pode ajudar no controle ou na prevenção? Quais os principais alimentos?

A alimentação saudável é muito importante no controle da pressão arterial, tem como objetivo a redução de peso corporal, redução do consumo de bebidas alcoólicas e diminuição do consumo de sal (sódio). Os principais alimentos que devem fazer parte da alimentação são as frutas, legumes e verduras, alimentos integrais e leite desnatado.

  1. Exercícios físicos ajudam no controle ou (se tiver) na prevenção? Quais os principais?

A prática de atividade física regular reduz a pressão arterial, além de produzir benefícios como a redução de peso, diminuição dos níveis de colesterol e triglicérides e controle do estresse. A prática diária de uma caminhada de 20 minutos pode reduzir em 29% o risco de hipertensão arterial. Pessoas portadoras de pressão alta devem ser avaliados pelo médico não somente quanto à liberação para a prática de exercícios, como também quanto à indicação do exercício adequado como parte do tratamento da doença.

Está com seu check up em dia? Com seu Cartão Vale Saúde Sempre você pode fazer exames para controlar ou prevenir a hipertensão, além de poder consultar outros especialistas pagando preços baixíssimos. Não deixe de cuidar da sua saúde. Acesse nosso site e saiba mais.

Compartilhar.

About Author

Deixe uma resposta